peperonity.net
Welcome, guest. You are not logged in.
Log in or join for free!
 
Stay logged in
Forgot login details?

Login
Stay logged in

For free!
Get started!

Mobile Blog


eye.of.shadows.peperonity.net

My Blackbird

25.08.2013 22:05 EDT
Deitado em décadas,
Vigio o futuro.
Eis que prevejo,
Você em segundos.

Suas antigas garras rasgaram o teto azul escuro...
A noite escapa,
Selada e resumida em seus olhos.
Você se projeta,personifica meus anseios...

Reparo em seu manto,revestidas em pétalas,
O perfume é o mesmo de minhas asas,
Você sorri timidamente,perante o segredo revelado,
Tanto tempo frequentando o mesmo jardim,
Tanto tempo tecendo tudo juntos...
Para enfim, um abraço acusar a quem pertence cada presente.

Lentamente,vou conhecendo o quão melhor se tornou hoje,
O quanto a luz do dia lhe aqueceu,
Minhas mãos dançam em seu rosto,
O limite das palavras foi extinto por sua presença.

Sob o morrer de um velho dia,
Sob o nascer de uma nova vida;
Mais um inverno,
Mais um instante;
Juntos novamente,
Mais um apaixonar...



Nos preparamos para a chegada do frio,
Combinamos como nos agasalharemos com a sorte(uma grande aliada...),
Se a lua estiver acima de nossas cabeças,se aninhe em mim para ver,escute meu coração te harmonizando e cante,meu pássaro negro;


Se as nuvens cobrirem tudo,nos previniremos da chuva em seu manto,
Enquanto pequenas gotas regam nossos corpos,
corpos que vestirão apenas o entrelaçar de distintos imaginários,
Fisicamente representados e satisfeitos como um só.
Sob testemunho de um abismo acima,
Sob a possibilidade de emergir profundamente em devaneios,
E realizar desejos desconhecidos até agora.

Ora,a lua apareceu em meio à um temporal,
Como seu sorriso iluminando toda sua extensão que tanto desejo,
Um convidativo brilho amigável,
Em nossa densa camada de paixão.

Ventos batem na copa das mais nobres árvores,
Ventos se acanham ao passar por seus cabelos,
Pois tamanha nossa entrega,
Sabem que nada nos toca.
Em nossa câmara interna,
Sonhamos os mesmos sonhos,
Unificaremos camas,realidades,despertar.

Sinto tremores,não são de frio,você está perto demais;
Raios confrontam o horizonte,
Trovões se propagam livres,
Gotas de chuva cristalinam o som,
A trilha sonora é aleatória aos amantes...

Sinto o quanto a chuva não apaga o perfume de tua nuca,
Seu pescoço desnudo,mostram que a noite não precisa de jóias para reconhecer sua majestosa aura.
Com meus lábios,faço em você um colar,
Expresso em beijos que te quero por inteira,
Suas pulsações inspiram meu coração,
Sua entrega me faz o homem mais afortunado que existe.

As brisas sopram nossas vestes para longe,
Parece que a noite quer nos assistir se amar,
Ou seria apenas minha vontade de tudo que diz respeito à você se materializando?

Faço-te parte de mim,
Encaixamo-nos e nos entregamos à simetria,
Te conheço ainda mais agora,
Profundamente imerso à seu jardim,
A volúpia vem como lobos,
Mas seu corpo borda minhas forças.
Extasiados,nos consumimos enquanto a luz consome os céus,
Respirações em ritmos prolongados e lentos,
Cúmplices do silêncio,
Profanando qualquer limite físico.
Estou em você,
Me sinto parte de minha inspiração,
Compartilho com você todas as minhas reações com os olhos,
Antes de fechá-los para melhor sentir.
Sinto-me adentrando uma estrada celeste,
Espasmos de uma alma que grita em nós,
A carne transcende o material.
Te beijo e te aviso,
Continuamos lentamente descendo a espiral de nossos instintos,
Seguro sua mão,como sempre fiz,
Quero que sinta tudo que me proporciona,
Sua satisfação faz meu peito pulsar,
Hormônios em queda,sou um abismo de realização...

Estamos descendo mais rapidamente...
Chegando gradativamente ao auge do amor,quando o sol aparece...

O clímax da entrega,
O prazer por existir,
Sem culpas,sem penas,
Palavras não são suficientes,
Suspiros ornamentam o silêncio,
O universo pertence a nós...

A luz matutina enfim se explicita,
Marcando o início de um novo capítulo a ser escrito...

Não dormimos,
mas sinto como se acordássemos de um sonho.
Eu costumava guardar seu sono,e hoje recebo a grata surpresa de ver seus olhos me agraciando com um caloroso olhar de quem não só me deseja,como sabe que me dará um dia infinitamente produtivo.
Você me esperou tanto para abrir as portas para você...Mas você merece ter as chaves também,este lar traz suas cores.

Doce manhã nublada,
Alimenta meu reflexo,
Nunca nega o que sou,
Notas de ternura,
Imensa força em mim.

O mundo decai,mas nada te impede de nos desenhar nos ares.
Voe para mim,me ensine a flutuar com tanta luz,meu pássaro negro.
Depois pose em meu peito e alinhe nossas asas,
E então sairemos do chão sem ao menos batê-las.


Vamos rir das folhas caídas,por desperdiçarem um dia tão lindo,
Pelo medo de se desvencilharem do chão.
Enquanto nós,desbravamos os mares etéreos,
Esculpi você nas nuvens,para que vejam ao menos parte de sua beleza,
E então,você sorri para mim,de forma que arte alguma ousa representar.

Lentamente,suas ideias,sua aura sonhadora traçam meus contornos,
E assim,vou me enamorando mais uma vez,
O tempo se torna aliado e gentilmente se cessa,
Você observa o modo como inspiro o ar,
E sussura baixinho em meus ouvidos,
Sinto o quanto quer ser meu respirar,
E eu apenas confirmo com um suspiro,meu ar se enobrece com você.

Impossível te negar as mais calorosas expressões,
Impossível não te ajudar em sua busca incessante por variações de meu sorriso.

Não importa se dançamos até nos elevarmos gradualmente,
Ou se corremos livres de mãos dadas pelos lugares que pintamos,
No final,sempre estaremos aqui em cima.

Juras são relembradas,
Somos ainda mais imortais.
Mesmo daqui a mil anos,saberão que estivemos aqui...
Mesmo em mil anos,nunca descobrirão nosso refúgio,
Nos escondemos do mundo, para não nos omitirmos para nós mesmos,
Minhas mãos alcançam séculos acima,
mas prefiro te tocar hoje.


Braços abertos,
Infinitas possibilidades,
Anjo,amiga,amor...

Descemos em meio ao limite entre sua floresta e minha extinta lápide precipitada,
Você sorri enquanto escrevemos nossos nomes,
Me distraio correspondendo, e escrevo perto demais de onde escrevemos antes.
Agora,além de um futuro lindo,você fez o passado ter sido ainda melhor...

Meus braços recebem sua cintura,
Você recebe a mensagem em carinhos,
Nossos olhos se fecham,à medida que o sol se põe,
Nuvens se separam,nossos lábios se juntam,
A eternidade dança ao nosso redor,
Enfim beijo você novamente minha doce sombra,
Caindo lentamente,enquanto sinto o sabor de meu elixir,
Caindo em suas mãos,
Quando enfim abro os olhos,e sou contemplado com seu sorriso me dizendo que foi real...





Nos encontramos novamente com a escuridão,
Nos mesclamos,unimos nossas diferenças,
Ainda estamos aqui.

Este lugar faz palavras aparecerem do nada e dizerem tudo.
Você já estava tão incrível aquela noite,
E agora,creio cada dia mais em você...

Bring me light
Life to be,
Always right,
Create me.
Kiss will linger...
Bright design,
Inner finger,
Rings align.
Dear Beatriz...

Você desvenda meus pensamentos com seu olhar,
O responde com um carinho que me confunde: não sei se me orgulho mais de você,ou de ser seu escolhido...

Nossas asas timidamente aparecem novamente,
O vento bate na copa dos salgueiros,
E sugere o som de aplausos,
Me ajoelho perante sua grandeza,e peço sua mão.
Eu sei que já pertenço à você,
Só quero repetir para a platéia uma réplica da cena,me dar ao deleite de ver você ainda mais linda se entregar a mim.

Há dois anos,flores nascem aqui,
Sua floresta agora é nosso bosque.
Meu antigo túmulo,nada mais era que um triste casebre,
E hoje,é nosso esconderijo,
Onde podemos combinar a próxima trama,
Onde lemos toda nossa biblioteca de sonhos,
E superamos cada página com um simples toque.
Ao lado de minha escritora favorita,
declamo minha vida,poetizo o ambiente,refaço minha história...
Amanhã será tão melhor...
Next part ►


This page:




Help/FAQ | Terms | Imprint
Home People Pictures Videos Sites Blogs Chat
Top
.