peperonity.net
Welcome, guest. You are not logged in.
Log in or join for free!
 
Stay logged in
Forgot login details?

Login
Stay logged in

For free!
Get started!

Mobile Blog


eye.of.shadows.peperonity.net

Queen In Black

19.10.2016 18:33 EDT
Você ainda não está totalmente despida...
Nosso toque ainda é um tanto trêmulo...
Mas é como se estivéssemos a mais de meio caminho longe...
Longe demais para voltar,mas uma fagulha de timidez ainda nos tempera quando encaramos com ambição o horizonte...
Mas estamos decididos,estamos a meio caminho de nos perdermos de vez...

Tantos cenários já foram pintados por estes versos...
Mas por agora eles se uniformam nesta bagunça...
Que fizemos ao nos jogarmos,ao caminhar involuntariamente sob nossas provocações...
Todos estes cenários sob o qual nos deitamos cabem neste pequeno quarto.
Tantas possibilidades,a cama parece um oceano só nosso.
E nosso mundo não é apenas água...

Irônico estes versos encontrarem tanto tempo para nos ambientar;
Quando tudo que penso agora é você...
Contanto que não nos vejam,nada mais importa agora.
Finalmente minh'alma está totalmente perdida;
Fecho meus olhos para o mundo,agora tudo lá fora é noite.
Uma noite que impede que nos vejam...
Uma noite escura como tuas poucas vestes.
Tão poucas que não obscurecem,mas realçam ainda mais o calor que te permeia,realçam tua pele.
Toco onde está despido,minhas mãos e sua cintura equalizam as chamas.
Suas mãos em meu rosto me lembram da ternura,de como viemos parar aqui.
Seu olhar torna minha visão emoldurada em chamas...
Faz tudo se verter ainda mais para você.
Enfim nos beijamos,rasgamos o último mapa que aponta nossa casa,
Nos sentimos tão livres,tão autosuficientes...
Ao mesmo tempo tão dependentes,com tanta sede a ser satisfeita.

Errantes,contraditórios... Atingimos a coerência.
Contraditório em te querer nua por achar que a pouca veste te deixa encantadora...
Pelo riso tão sincero,apesar de estar tão concentrado...
Por me sentir tão forte,rígido,erguido,
E estar totalmente curvado a cada gesto teu.
Por estar tão decidido,mas não saber se te ajudo a se despir,ou se simplesmente assisto...
E enquanto era tomado pela incerteza,você me ensina de forma prática a tomar decisões e me joga sob a cama;
Ainda com as vestes,dança sob mim,me incita,me percorre com seus lábios...
Sob pressão tomo a decisão dos instintos,então lentamente tiro tuas vestes...
Você sorri vitoriosa,soberana neste nosso mundo...
Te devolvo o sorriso e agora estamos invertidos...
Apesar de ser minha resposta, opto pela justiça poética e te deixo me despir...
Mas não sei se seus olhos ficarão abertos o suficiente para ver meu corpo quando começo a te percorrer com meus beijos,com meus lábios...
Quando te sinto tão delicada,tão entregue,ao mesmo tempo tão forte...
Tão entregue,tão sedenta...Mas tão triunfante...
É como se pudesse sentir o gosto do seu triunfo aqui...
E ainda temos tanto a vencer...
E tudo a perder era o controle.
Ou talvez a visão por algum tempo...
Tempo suficiente para ter caído da cama,
Para ter caído perante seu poder agora...
E você continua sua dança,agora você guia todos os passos...
Você é a referência,a guia;Mas te sinto acolher todo o meu conceito de ritmo também.
Te sinto me convidar a te adentrar,ou a entrarmos de mãos dadas...
Minhas mãos apenas ajudam...
Apenas seguro você e deixo a melodia de nossos sussurros nos guiar.


Nossos beijos harmonizam e aguardam o desfecho desta sinfonia tão censurada a qualquer um que não seja nós dois;
A qualquer um fora deste nosso refúgio,formado por nossos corpos e escondidos pelas paredes;
Este mundo que pode parecer utópico para quem não conhece;
Um mundo em que todos os interesses de quem habita são satisfeitos.
1 Comments:
Meu deus que coisa mais linda! E sexy, com certeza, me escaparam uns suspiros aqui imaginando essa cena... ;) Ai, ai...rs Te amo demais meu anjo!


This page:




Help/FAQ | Terms | Imprint
Home People Pictures Videos Sites Blogs Chat
Top
.