peperonity.net
Welcome, guest. You are not logged in.
Log in or join for free!
 
Stay logged in
Forgot login details?

Login
Stay logged in

For free!
Get started!

Text page


evanescence evanescence novo album - Newest pictures
growl.for.us.peperonity.net

†₪»Resenha Evanescence_Evanescence

Bom,enfim lançado o tão aguardado self-title álbum do "Evanescence",sucessor de "The Open Door",Amy havia prometido um álbum aonde borraria completamente a linha que separa instrumentos eletrônicos de orgânicos...vejamos o resultado...
O álbum começa um pouco estranho para os fãs em "What You Want" uma faixa um tanto quanto agitada,com um refrão anos-luz de distância de qualquer vestígio de rock gótico...apesar de tudo,uma música interessante...
Logo depois vem a grande "Made of Stone" que ja começa com um riff imponente junto a sintetizadores,um refrão muito bem elaborado,além de um pequeno solo de Terry...logo depois vem "The Change" com um riff bem cadenciado no início,teclados,e um grande refrão,aliás marca registrada do álbum,a upgrade que a voz de Amy sofreu,porém se perder sua essência...em seguida temos a bela "My Heart Is Broken" uma música antológica,que começa com um piano para logo depois a banda entrar em ação,o refrão dessa música consegue ser incrivelmente profundo(ou profundamente incrível...) uma das grandes da banda,desde "Anywhere","Understanding" e "Even in Death"...após ela temos a intro de bateria sucedida por guitarra em "The Other Side" uma outra prova viva que Amy não mantém mais nenhum laço afetivo com o tal New Metal...uma canção pesada ao mesmo tempo que madura...com uma pausa aos 3 min onde prevalece apenas o piano e a voz de Amy para depois a banda voltar à ativa...logo após vem a agradável "Erase This" que por alguma razão me lembra muito os álbuns anteriores...e para que sente saudade de My Immortal,ou Good Enought,hora de voltar no tempo com os primeiros quase dois minutos de "Lost in Paradise" depois a guitarra entra em cena com alguns discretos elementos eletrônicos,uma canção muito forte...logo após vem "Sick" que começa com uma atmosfera misteriosa,para depois revelar seus riffs bem distorcidos,idem quanto aos riffs de sua sucessora "End of the Dream"...agora vem uma de minhas favoritas,"Oceans"que começa com sintetizadores,baixo,a voz de Amy,para depois a banda entrar em ação...sucedida pela bem trabalhada "Never Go Back" que começa com guitarras bem distorcidas, mas possui uma base bem elaborada e em seu decorrer Riffs bem criativos...na minha opinião a melhor música do album técnicamente...
Para fechar com chave de ouro,temos a calma "Swinning Home" a canção mais eletrônica do álbum,uma música bem ambiente...
Resumo:O álbum é infintamente superior a "The Open Door",por que Amy viu que não adiantava forçar a barra,a banda já se desvinculou faz um certo tempo da pegada gótica/new metal,um álbum muito maduro,músicas construídas por uma Amy mulher,não pela Amy garota,uma boa harmonia entre o eletrônico e o Orgânico,além da boa presença de Will Hunt na batera...como ponto fraco eu colocaria a limitação de Terry Bálsamo que faz apenas um solo o álbum inteiro,mas a guitarra base não deixa isso comprometer a qualidade da música...


This page:




Help/FAQ | Terms | Imprint
Home People Pictures Videos Sites Blogs Chat
Top
.