peperonity.net
Welcome, guest. You are not logged in.
Log in or join for free!
 
Stay logged in
Forgot login details?

Login
Stay logged in

For free!
Get started!

Text page


anapawg - Newest pictures
paulaw.cleany.peperonity.net

Contos*Góticos*¤*¤*¤*¤*

**-|-**Góticas*do**amor*'*'*'*'*'*.*.*

O gênero gótico desenvolveu-se no começo do século XIX. Novas*♥ gerações de autores quebraram a rígida fór- mula do gótico antigo, acrescentando camadasàs bases de Otronto. Os infelizes sempre protagonistas dos contos! antigos foram deixados de lado, servindo apenas como meras tes- temunhas da ruína do vilão. O gênero gótico pertencia aos vilões: anti-heróis sofisticados que eram ao mesmo tempo repugnantes e carismáticos, detentores de um potencial surpreendente, mas desperdiçado em meio a terríveis falhas mortais. Entre esses vilões góticos estáVictor Frankenstein, que foi condenado por suas ambi-ções divinas, e o califa Vathek, que perseguiu sua ganân- cia por poder através de um infernoÁrabe. As maldições nebulosas e as assombrações dos contos antigos agora eram muito reais. Os novos autores góticos reinterpretavam as lendas ancestrais para inventar novos arquétipos de horror. Mary Shelley criou o golem de carne, dando vida aos perigos e responsabilidades da paternidade. John Polidori se inspirou em seu compa- nheiro, o famoso poeta Lorde Byron, para criar o primei- ro vampiro aristocrata e carismático do mundo. Os fantasmas e carniçais da *tradição gótica eram, acima de qualquer outra *coisa, doppelgangers alegóricos: reflexões sobre o mal humano. Quando Frankenstein rejeitou seu *monstro, *afastou *as *terríveis conseqüências *das suas ações profanas. Essas mesmas *ações *iriam retor- nar para assombrá-lo *na *forma *da *sua* miserável criação.*.*.*.*.*.beijos*.*.*.*.!Um coracão ferindo****!!!********.


This page:




Help/FAQ | Terms | Imprint
Home People Pictures Videos Sites Blogs Chat
Top
.